Cobrança sem querer

11 abr

Se você pretende me guardar numa gaiola,
venha comigo para sermos um só.
Mas se você não quer construir um ninho,
liberte-me agora: eu não sou seu passarinho.

Anúncios

3 Respostas to “Cobrança sem querer”

  1. Paula 12/04/2009 às 18:57 #

    Linda poesia 🙂

  2. Ana Carolina 12/04/2009 às 20:28 #

    adorei o poeminha!

  3. Bel Salles 13/04/2009 às 12:38 #

    Oi Alice, sou a esposa do Rodrigo(filho da D. Nira, tio da caroll e juju..rsrs), td bem?

    Seu blog é muito fofo. Seus poemas e textos são muito bem feitos e desejo que ele cresça muito, muito mesmo..

    Tenha uma ótima semana!

    Beijosss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: